21 outubro, 2008

Nova tendência?

Dentre os modelos de reclinadas que existem, tenho especial adimiração pelos quadros em "S", como é o caso da Optima, Challenge, M5, Azub, Nazca, entre outras, todas européias. Contudo, a simplicidade no design também me atrai no caso das bicicletas "retas" produzidas principalmente por norte americanos. Assim, resolvi fazer um rápido levantamento de alguns modelos para que o leitor deste blog veja como eles são similares. São todos high racer 26x26. Também vou deixar uma pequena pergunta: Será que esta concepção não vai se propagar mais rapidamente nos próximos anos? Talvez essa reflexão seja importante para, por exemplo, quem esteja pensando em um dia produzir reclinadas para vendê-las.
Apreciem as imagens (são todas bikes norte americanas). Além dessas. ainda tem a italiana Slyway e uma chilena que se chamava MTE, a qual não sei se ainda existe ou já faliu.

Bacchetta Corsa

Volae Team

Rans F5 (A fábrica lançou diversos novos modelos semana passada)

Carbent Sea Dragon

04 outubro, 2008

Harley Bikes - Novidade gaúcha

Em um ano ano as coisas mudam, amigo!!
Semana passada durante minha primeira incursão pelas lojas e ruas de Porto Alegre, depois de um bom tempo fora, vi que algumas coisas mudaram. Há um ano atrás ver uma bicicleta chopper de perto não era algo fácil aqui na capital gaúcha. Mas agora, e para minha surpresa, as coisas mudaram por aqui. Só em numa das lojas, na verdade uma das maiores da cidades, vi vários modelos chopper. Portanto, para quem gosta deste tipo de bike, vá juntando seus troquinhos, pois já é possível ter uma todinha sua.
Mas neste post quero me concentrar em apresentar a bicicleta da Harley Bikes. Não sei o quanto é fácil de pedalar essa bike, mas ela é de fato muito bonita. A distância entre eixos é enorme, o guidon é alto e a frente toda cromada. Além disso, a mesma tem um grande pneu na roda livre, o que lhe confere um estilão todo especial. A produção, pelo que entendi ao ler o site da empresa, é meio artesanal, o que não significa que o produto seja mal acabado. Pelo contrário, ela é bem bonita de perto.
Um detalhe:
Essas bikes são feitas aqui mesmo, em Porto Alegre. Para quem quiser ver o site é só acessar o link www.harleybikes.com.br.

Quem sabe essa bike, com todo o seu estilo e em conjunto com as outras choppers que vi por aí, não estimula uma demanda do mercado que justifique a entrada de acessórios e peças de grandes marcas internacionais, como pneus de grandes dimensões, ventis e punhos temáticos, etc, etc. Vou torcer que sim!! Um bom produto nacional parece que já temos. Agora vamos aguardar a chegada dos importados.
Abraços e até o próximo post!!